Araripina (PE): Maior polo gesseiro do Brasil é alvo de megaoperação contra furto de energia elétrica

O maior polo gesseiro do Brasil, no Sertão de Pernambuco, foi alvo de uma megaoperação envolvendo Neoenergia, Polícia Civil, Polícia Científica e Polícia Militar, nesta quinta-feira (26). A região é responsável por mais 90% da produção nacional de gesso. O objetivo da ação foi visitar indústrias que vinham sendo monitoradas pela área de inteligência da distribuidora e apresentavam indícios de irregularidades, na cidade de Araripina. Durante as inspeções, foram identificadas ligações diretas na rede de distribuição de energia elétrica. . No total, foram recuperados mais de 200.000 quilowatts/hora, o que é suficiente para abastecer 1.600 residências pelo período de um mês. Duas pessoas foram conduzidas à Delegacia de Araripina.

Durante a operação, foram flagradas e desativadas fraudes de energia nas indústrias Sítio Barra, Sítio Pajeú, Fox Gesso e Newgipso. Foram constatadas ligações diretas na rede, sem medidor de energia elétrica e outras irregularidades.

No quinto alvo, desta vez um lava-jato, as equipes da concessionária encontraram uma ligação direta realizada com 200m de cabo subterrâneo. Esta foi a terceira vez que o empreendimento foi autuado.

A Neoenergia retirou a rede elétrica dos locais para evitar o risco de os clientes promoverem novas ligações fraudulentas. Além de efetuar a cobrança dos valores devidos de energia em todos os casos, a distribuidora formalizou notícia-crime junto à Delegacia de Araripina, para a aplicação das sanções previstas em lei.

A operação de combate ao furto de energia contou com a participação de um efetivo de, aproximadamente, 40 pessoas, entre profissionais da Neoenergia, policiais civis, militares e peritos criminais.

A Neoenergia ressalta que permanece realizando o monitoramento da rede elétrica e lembra que o furto de energia é crime sujeito às penalidades do artigo 155 do Código Penal Brasileiro. Além de acarretar prejuízos à população, a prática representa riscos de acidentes graves. Em caso de denúncias, os clientes podem entrar em contato pelos canais de atendimento da concessionária, sem a necessidade de identificação.

Fechado para comentários

Veja também

Polícia Federal cumpre oito mandados contra hackers que derrubaram o ConecteSUS

Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos nesta terça-feira (16), pela Polícia Fe…