Após cheia do Rio São Francisco, casas ficam alagadas em comunidades ribeirinhas de Juazeiro (BA)

Após cheia do Rio São Francisco, casas ficaram alagadas em comunidades ribeirinhas de Juazeiro, no norte da Bahia. Por causa disso, moradores do bairro Angari tiveram que deixar suas casas.

De acordo com a Defesa Civil de Juazeiro, 25 famílias deveriam deixar suas casas, no entanto, apenas 12 decidiram sair até esta sexta-feira (21), o que preocupa o órgão municipal.

Por causa do avanço da água, que tomou conta da faixa de areia do local, os barcos dos moradores foram parar perto das casas.

Os moradores da Ilha de Nossa Senhora também foram alertados pela Defesa Civil sobre dos riscos de alagamentos e da necessidade de saírem de casa, porém eles estão resistentes em deixarem seus imóveis.

Já na Ilha do Rodeadouro a água avançou cerca de seis metros e tomou conta faixa de areia. Apesar do susto, a Defesa Civil avaliou que não há necessidade da população sair de casa. Ao menos 30 barraqueiros foram cadastrados pelo órgão municipal, após serem afetados pela cheia do rio.

A Associação de Barraqueiros da Ilha do Rodeadouro informou à TV São Francisco, afiliada da TV Bahia, que a navegação está suspensa no local, porque não há espaço adequado para o desembarque de passageiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

América Latina: Primeiro caso de varíola do macaco é confirmado na Argentina

O primeiro caso de varíola do macaco foi confirmado na América Latina na sexta-feira (27).…