Amigos? Confira como foi a recepção de Pérsio Antunes a Ednaldo Lima na 1ª sessão do ano na Casa Plínio Amorim

0

amigos

Quem observa os vereadores Ednaldo Lima e Pérsio Antunes assim tão juntos, pensa que eles são amigos. Pelo menos na Casa Plínio Amorim não é isso que acontece.

Os parlamentares protagonizaram na primeira sessão do ano realizada  na manhã desta terça-feira (1) um embate histórico acerca da regularização fundiária dos bairros Terras do Sul, Mandacaru, São Jorge e São Joaquim.

O primeiro a mencionar o nome de Ednaldo Lima foi o vereador Pérsio Antunes, que já foi logo alfinetando o ex-secretário dizendo que eles precisa de mais experiência para entender os trabalhos exercidos na Câmara de vereadores

“Ednaldo imagino como é ser líder de uma bancada, imagina a época em que era eu e Raimunda Soposto. O senhor terá que aguentar nos próximos dez meses coisas que jamais você iria passar aqui nessa casa, não na pessoa de Ednaldo Lima, mas no debate. É preciso ter paciência e experiência porque não se aprende tudo de vez”, disse.

Em seguida Pérsio voltou a bater na tecla da Regularização fundiária. “Nós somos a favor da regularização, ams de acordo coma lei. Eu lembro que depois de três anos a prefeitura foi até o Terras do Sul para resolver a situação dos  terrenos. Ele diz que é o paladino da verdade, mas não tem moral para resolver problema da regularização fundiária de ninguém”, disparou Pérsio Antunes contra Ednaldo Lima.

O que o vereador Pérsio está pedindo, é a relação dos imóveis e dos nomes dos proprietários de cada área e com isso o mesmo afirmou que dará parecer favorável logo após uma audiência Pública que será realizada no próximo dia 16 de fevereiro na Câmara de vereadores.

Por outro lado, Ednaldo Lima contou a nossa reportagem que saiu triste da sessão porque o projeto de regularização fundiária está segundo ele,  há mais de três meses sendo discutido

“Fico triste porque a mesa diretora não teve competência em mais de 90 deias para colocar um projeto em votação para mais de 1.500 famílias. Isso foi uma barrigada num requerimento que a câmara aprovou pra realizar audiência Pública”, ressaltou.

Ednaldo Lima exigiu que na próxima sessão, o projeto de regularização fosse aprovado antes da Audiência Pública que irá tratar sobre o assunto, mas por 8 votos a 7 dos vereadores,  a vontade do ex-secretário de Habitação foi contrariada e o tema será debatido sem data para ter um fim. (Foto: Paulo Ricardo).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Idosa de 96 anos com fratura no fêmur aguarda cirurgia de urgência no Hospital Universitário

A idosa Ananda Simão de Lima, de 96 anos de idade, fraturou o fêmur na tarde de terça-feir…