Alvorlande Cruz solicita a Paulo Câmara reforço policial para esclarecer com agilidade crime contra criança em escola de Petrolina

alvorlande

O vereador do PRTB de Petrolina, no sertão do estado, Alvorlande Cruz, indignado com o assassinato da crianças, Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, que foi esfaqueada na última quinta-feira, 10, durante uma festa de concussão do ano letivo da Escola Nossa Senhora Auxiliadora, da rede particular do município, enviará ofício ao governador Paulo Câmara (PSB), cobrando apoio urgente e reforço policial para que o crime seja esclarecido o quanto antes.

“Farei isso já nesta segunda-feira, dia 14. Como pai de quatro filhas, como homem público e como cidadão, irmanado com toda a nossa cidade que está chocada com tamanha brutalidade contra a menina Beatriz, vou exigir sim esse reforço do governador Paulo Câmara. Estamos extremamente tristes e preocupados. A nossa polícia precisa de reforço e urgente”, justificou Alvorlande.

Ele vai solicitar também a ampliação do sistemas de monitoramento com câmeras em vias públicas da cidade, para inibir marginas que possam cometer fatos dessa natureza como foi o brutal assassinato de Beatriz. “Famílias, mães, pais, todos estão sofrendo. Fiquei barbarizado com uma ação dessa. O Vale, Pernambuco e o Brasil estão sentindo e sofrendo, juntamente com os pais e familiares da criança. Então essas ervas daninhas devem ser retiradas, banidas de de nossa circulação. Nossa população está assustada”, enfatizou o vereador.

O vereador Alvorlande lembrou que já são mais de 130 homicídios em Petrolina no ano de 2015, três dessas mortes tiveram como vítimas, crianças indefesas que foram assassinadas de forma covarde. “Nunca vimos isso em Petrolina e numa escola tradicional, de grande admiração por parte do sociedade petrolinense. Não podemos aceitar isso de forma pacata como fatos dessa natureza”, assinalou.

A solicitação a Paulo Câmara foi ressaltada pelo parlamentar. “Governador, mande pra cá uma equipe especial para que se tire da sociedade um marginal, uma erva daninha dessa que fez uma barbaridade com uma criança. Sabemos da competência da nossa polícia, mas é preciso esse apoio especializado. Tenho três filhas estudando no Auxiliadora. Por isso precisamos o quanto antes, prender esse assassino. Tenho uma filha que também se chama Beatriz e como pai e homem público, me vejo nessa obrigação”, reforçou Alvorlande Cruz.

Projeto – O vereador aproveitou para revelar que já tinha dado entrada sem nem pressentir que fatos como o de Beatriz Mota pudesse acontecer no município, a um projeto de lei que será votado na próxima terça-feira, 15, na Câmara Municipal que obriga as escolas municipais e particulares de Petrolina, manter câmeras em locais que não firam a privacidade dos alunos e profissionais, sob risco de não ter seu alvará de funcionamento liberado.

“Para que essas imagens fiquem armazenadas e ainda inibam alguma ação que fira a segurança das escolas. Para que fatos que primem contra a segurança da comunidade escolar, sejam evitados. São mensalidades caras nessas escolas e esses sistemas irão reforçar a segurança”, argumentou o vereador.

O oficio de Alvorlande Cruz será encaminhado ao governador Paulo Câmara com cópia para o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho e a todos os deputados da região e ao senador Fernando Bezerra Coelho (PSB).

Homenagem à Beatriz- Crianças e adultos fizeram homenagem à Beatriz na noite desta sexta, 11, numa noite de emoção e muitas orações em frente à quadra da escola onde a menina foi assassinada última quinta. Todos cobram a busca do assassino e que ele seja apresentado o quanto antes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pesquisa revela que cerca de 4 milhões de pessoas abandonaram os estudos no País durante a pandemia

Em 2020, ano marcado pelo novo coronavírus, quarentena e interrupção de aulas presenciais,…