Vizinhança das proximidades do IML de Petrolina corre risco de ser contaminada por bactérias

0

simpol

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, Áureo Cisneiros, fez um alerta as autoridades para que sejam tomadas as providências sobre o estado de calamidade pública em que se encontra o Instituto médico Legal de Petrolina.

A preocupação agora envolve toda a vizinhança das proximidades da Delegacia do bairro Ouro Preto. Segundo o presidente do Sinpol, a qualquer momento a população da área pode ser contaminada por vírus e bactérias porque os corpos continuam expostos sem nenhuma proteção e os peritos não têm mais material para examinar os cadáveres.

“O Governo terá até o dia 27 de Maio para elaborar um cronograma de investimentos para o IML local. Na proposta, os peritos pedem e reestruturação do local ou a construção de um novo instituto”, disse Cisneiros.

Além do caos do IML, os policiais de Petrolina paralisam as atividades e aderem nesta terça, à pauta de reivindicações estadual que inclui melhorias no salário, com a fixação do percentual de 225% de gratificação de função policial para todo o quadro da Polícia Civil que tem o segundo pior salário do país, alteração no plano de cargos, carreiras e vencimentos, inclusão dos peritos papiloscopistas no quadro técnico da polícia e reposição inflacionária para o ano base 2015.

A paralisação vai durar 24h e nenhum dos serviços prestados pela Polícia Civil (com exceção dos flagrantes) estarão com atendimento disponível para a população.

 A categoria ameaça entrar em greve, caso o governo não sinalize respostas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Associação Sertão LGBT lança nota de repúdio ao projeto do Vereador Elias Jardim e apela para veto do prefeito de Petrolina

A Associação Sertão LGBT – Vale do São Francisco vem por meio dessa nota emitir seu extrem…