Um leque de grandes atrações na segunda semana do festival Aldeia Vale Dançar 2015

0

danca

Continua nesta terça-feira (28), no Sesc Petrolina, a 8ª edição do festival Aldeia Vale Dançar, com uma programação bastante diversificada. O movimento começa às 19h, no Teatro Dona Amélia com a Mostra de Videodança produzida pela “Cia. etc…”, de Recife – PE, que vai apresentar outras possibilidades de fazer dança na contemporaneidade.

Na sequência, a Cia de Dança do Sesc Petrolina mostra, também no teatro Dona Amélia, às 20h, o premiado espetáculo Rio de Contas, e às 21h, o público poderá conferir na Sala de Dança o Ensaio aberto, Humano, que o interprete criador Pedro Lacerda apresenta baseado na obra do escritor gaúcho Caio Fernando de Abreu.

Já na segunda semana, o Aldeia Vale Dançar 2015, que desde o último dia 21 vem oferecendo atrações, a exemplo de seminários, oficinas, intervenções, cortejo Dançando na Rua, encontro clássico de dança e mostras de solos e duos, reservou para a quarta-feira (29), outras boas surpresas.

Às 17h, o Circuito Itinerante de Dança chega à escola Paiva Neto, no bairro Jardim Amazonas, exibindo o espetáculo Do Terrêro de Salu, com a Cia Balançarte. Depois, às 19h, o teatro Dona Amélia abre as cortinas para a mostra de Videodança e recebe ainda às 20h, a Qualquer Um dos 2 Cia de Dança que apresenta o espetáculo Caio.Uma obra que aproxima corpo e palavra a partir das interações entre dança contemporânea e literatura. A noite se completa na Sala de Dança com um ensaio aberto, Entre a feijoada e o x-burguer, apresentado pela Cia Casa de Orates

A programação da quinta-feira (30), começa às 16h, com o Circuito Itinerante de Dança, apresentando o espetáculo Fuá na casa de Zé Mane, com a Cia de Dança do Sesc na escola José Raulino Sampaio, no bairro Vale do Grande Rio. As atenções se voltam depois, às 19h, para o Teatro Dona Amélia com mais uma edição da Mostra de Vídeodança. E às 20h, como parte da edição atual do Palco Giratório, projeto da Rede Nacional de Artes Cênicas do Sesc, o público vai assistir ao espetáculo Nowhereland – Agora estamos aqui. Uma concepção do Coletivo Movasse (Belo Horizonte), que se inspirou na obra cinematográfica de Tim Burton. Às 21h, o interprete criador Cleybson Lima apresenta na Sala de Dança o ensaio aberto, Gis, para um público acima dos 18 anos.

A 8ª edição do Aldeia Vale Dançar vai até o sábado (2 de maio),quando acontece o Overdança, com 12 horas ininterruptas de atrações. A maior parte da programação é gratuita, exceto os espetáculos no teatro Dona Amélia, que custam R$ 3,00 Meia e R$ 6,00 Inteira, além das oficinas de capacitação: R$ 10,00 (comerciário) e R$ 20,00 (usuário).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

#SALVEOVELHOCHICO