Por falta de acompanhante, criança autista está sem frequentar escola estadual em Petrolina

1

Na manhã desta terça-feira (10), em entrevista ao Programa Edenevaldo Alves na Rádio Petrolina FM, Maria Sônia Pereira denunciou que seu filho Mateus Pereira Lopes, de 11 anos, que é autista, está sem poder frequentar as aulas na Escola Estadual Joaquim André Cavalcante, no bairro José e Maria, onde está matriculado, por falta de acompanhante, que são contratados pelo Governo de Pernambuco através da Gerência Regional de Educação, em Petrolina. “Meu filho não foi um dia na escola até o momento por que não tem acompanhante, as aulas começaram dia 05 de fevereiro.”, relata a mãe. 

Sônia afirma que nunca teve problemas e que no ano passado, Mateus teve acompanhante desde o primeiro dia de aula. Diante da situação, uma funcionária instruiu a buscar seus direitos junto a GRE-Petrolina, pois um ofício teria sido encaminhado, mas até o momento não houve nenhum retorno. “As provas já começam na próxima segunda-feira (16) e até agora meu filho não foi nenhum dia para escola. Fui informada pela diretora da escola que a GRE mandou aguardar que não tem nenhuma resposta.”, comenta.

A equipe do nosso Blog entrou em contato com a GRE e aguarda resposta.

1 Comentário

  1. […] denúncia de Maria Sônia Pereira, a qual afirmou que seu filho Mateus Pereira Lopes, de 11 anos, que é autista, está sem […]

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Diretório do PT formaliza candidatura de Lula para presidente

O diretório nacional do PT decidiu nesta segunda-feira, 23, em Curitiba, formalizar a cand…