Ministério Público discute situação dos IMLs do Recife, Caruaru e Petrolina

0

iml

Na tentativa de solucionar os problemas estruturais instalados nas três unidades estaduais do Instituto Médico Legal (IML), no Recife, Caruaru e Petrolina, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) terá uma audiência de instrução com as Secretarias de Defesa Social e de Saúde nesta quinta-feira (11), às 14h, no Edifício Paulo Cavalcanti, sede das Promotorias de Justiça, na Avenida Visconde de Suassuna.

A reunião com as secretarias será para fixar prioridades e prazo para as obras. Segundo a promotora de Justiça da Cidadania da Capital com atuação na Defesa da Saúde, Maria Ivana Botelho, as irregularidades são sérias, mas que podem ser resolvidas. Tratam-se de temperatura deficiente nas câmaras frigoríficas, lâmpadas mata-moscas queimadas, salas e equipamentos danificados, entre outros. “Será um trabalho de readequação para que o serviço realizado ocorra sem prejuízo de saúde para quem realiza a investigação e constrangimento para quem aguarda a liberação dos corpos”, comentou a promotora.

O problema nas câmaras frigoríficas, por exemplo, causa dano aos corpos, que por falta de procura de familiares e demora na destinação acabando exalando mau cheiro. “Não podemos pensar em interdição. Os atendimentos são volumosos. Além do que, as correções têm condições de ocorrer com o trabalho acontecendo”, analisou Maria Ivana.

Desde 2010, o MPPE formaliza um procedimento de análise sobre a situação dos IMLs pernambucanos. As inspeções da Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa), ocorridas recentemente, forneceram mais dados para o diagnóstico dos prédios e motivaram o MPPE a solicitar providências do Governo Estadual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Outubro Rosa: Exposição fotográfica retrata mitos e verdades sobre câncer de mama em Petrolina

Quais os mitos e verdades que envolvem a prevenção e o tratamento do câncer de mama? Muita…