Em nota, Senador Fernando Bezerra detona Governo de PE pela suspensão dos atendimentos da Apami

1

Após o comunicado emitido pela Apami, nesta segunda-feira (08), sobre a suspensão dos atendimentos, o Senador Fernando Bezerra Coelho emitiu uma nota onde critica a “inércia” do Governo do Estado de Pernambuco e chama atitude de “injustificável“.

Veja o conteúdo da nota: 

“A nota emitida pela Apami, informando o fechamento do Hospital Dom Tomás por falta de recursos, nos deixa indignados diante da inércia do atual Governo do Estado. Desde março do ano passado dormem na conta do Estado cerca de R$ 5 milhões para a compra de equipamentos da unidade de saúde. Esse dinheiro é o resultado de um esforço conjunto do nosso mandato no senado e do deputado federal Adalberto Cavalcante. Mesmo com os recursos depositados, o Governo que não honrou com o compromisso do Hospital da Mulher de Petrolina teria a obrigação de ao menos ajudar a concluir o Dom Tomás.

Uma insensibilidade absolutamente injustificável e jamais vista na história de Pernambuco. Vamos continuar lutando para que a unidade de saúde possa atender as pessoas, especialmente as que mais precisam do setor público.”

 

1 Comentário

  1. José Araujo

    9 de janeiro de 2018 em 14:24

    Eita que FBC ta numa sede no governo de pernambuco que não perde oportunidade, de fato ele é talentoso e astuto, tão astuto que pode tropeçar na própria astucia, tudo agora é culpa do governo, ele não tem nada a ver com isso né… não sei como ele não já se pronunciou a favor da municipalização da compesa, acho que pq para o ano caso vença a eleição, ele não quer perdê-la né. Agora diga aí com essa sede toda e agora no PMDB ou MDB que é a mesma coisa, junto de gente do kilate de Temer, Jucá, Jader Barbalho, Sarney, Lobão e companhia ltda o que não vão fazer….Misericórdia.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

População de rua brasileira deve ficar fora do Censo 2020 do IBGE

Pauta antiga de entidades da área de direitos humanos, a informação sobre o número de pess…