Cooperativa recebe consultoria da Codevasf para tratamento de água da chuva

0

agua

Uma equipe formada por analistas e técnicos da 6ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), sediada em Juazeiro (BA), está realizando uma ação a fim de assegurar água de qualidade para produção de alimentos no Norte da Bahia. A Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc) buscou a consultoria da Codevasf a partir da necessidade de comprovar, junto aos órgãos fiscalizadores, a qualidade da água usada no manejo e na fabricação dos artigos produzidos.

De acordo com o presidente da Coopercuc, Adilson Ribeiro dos Santos, a necessidade surgiu a partir das exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de se ter água potável para a produção de alimentos. “Além de atender as exigências da Anvisa, a medida proporcionará um melhor aproveitamento da água da chuva, reduzindo assim o custo de produção, garantindo produtos de qualidade e produzidos com água potável”, comemora.

Nesse primeiro momento, os técnicos da Codevasf visitaram as instalações da minifábrica com o objetivo de avaliar o espaço para possíveis adaptações a serem realizadas no prédio e nas cisternas já instaladas. Também foi realizada uma palestra para os técnicos responsáveis pela minifábrica, onde eles tiveram acesso às novas tecnologias de proteção sanitária e como utilizá-las corretamente.

O analista em desenvolvimento regional da Codevasf em Juazeiro Joselito Menezes de Souza lembra que a ação está de acordo com o disposto no Plano Plurianual do governo federal, no que diz respeito à segurança alimentar e nutricional. “A ideia é proporcionar um serviço de qualidade que valorize os produtos fabricados pela cooperativa. Estamos falando de produção de alimentos, que gera renda e eleva a autoestima e a qualidade de vida dessas pessoas”, destacou.

Localizada na comunidade de Serra Grande, no município de Curaçá, a minifábrica é a primeira, de um total de 20 pertencentes à Coopercuc, a receber a consultoria da Codevasf na operação dos dispositivos de proteção sanitária. “O próximo passo é avaliar os resultados alcançados, já pensando nas próximas instalações”, sinalizou o chefe da Unidade Regional de Desenvolvimento Territorial da Codevasf, Luciano Gomes da Rocha.

“A expectativa é de que se possa realizar os ajustes necessários e validar esse kit de tratamento de água, com baixo custo de aquisição e de manutenção. Que possamos estender essa tecnologia em todos os empreendimentos da inclusão produtiva, ligados a pequenos produtores familiares, como a agricultura familiar, apicultura, piscicultura, fábricas de biscoitos, produtos a partir de mandioca, fruticultura, etc”, completou Rocha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Três pessoas ficam feridas em acidente automobilístico na ponte Presidente Dutra

Na madrugada desta quinta-feira (21), por volta das 3h, um acidente automobilístico deixou…