Confusão encerra mais cedo sessão na câmara de vereadores: Projetos foram mais uma vez retirados da pauta

0

camara

Depois que vários estudantes da região deixaram a Casa Plínio Amorim, onde garantiram seus direitos em receber uma bonificação na nota do Exame Nacional do Ensino Médio, os parlamentares mostraram a sua verdadeira face em mais uma sessão de desgaste e insatisfação da comunidade nesta quinta-feira (7). Tudo começou quando Ronaldo canção fez a leitura da lei orgânica municipal, em que fala da ausência de 15 dias ou mais do atual presidente da casa, Osório Siqueira, onde teria que ser o substituído pelo vice-presidente Ibamar Fernandes. Fato este que não aconteceu, pois o parlamentar chegou atrasado à sessão, sendo assim substituído pelo segundo vice-presidente, Alalberto Bruno Filho.

Mas, durante a leitura de requerimentos dos projetos do executivo, um deles que autorizava a aprovação do plano de cargos e carreiras de técnico fazendário e o outro a autorização do prefeito Julio Lossio para uma viagem ao exterior (Roma) foram mais uma vez adiados porque a maioria dos vereadores da oposição não queriam que betão assumisse a sessão ordinária desta quinta, pois Ibamar chegou depois de quase uma hora de atraso, segundo ele por motivos pessoais, o que gerou um bate boca entre os parlamentares, entre eles o vereador Manoel da Acosap.

“Essa casa todo dia agora é adiada sessão porque a mesa diretora a qual faço parte não se reúne para definir o roteiro de pautas da sessão e isso está ferindo o regimento interno, onde está a mesa diretora composta por sete membros? Eu soube de um acordo no gabinete de betão que ele iria assumir isso eu não concordo, porque Ibamar chegou atrasado, mas deveria ter assumido”, questionou Manoel da Acosap.

Adalberto Bruno Filho justificou que só comandou a sessão de ontem porque foi um acordo feito entre ele, Osório Siqueira, que há duas sessões esteve ausente com acordo de Ibamar Fernandes. Depois de tanta confusão Adalberto decretou o encerramento imediato da sessão.

Eu estou sentindo que os vereadores estão levando seus discursos para uma opinião pessoal, isso é ego ferido e não quero confusão, é muita baixaria, eu não vou embarcar nessa e declaro esta sessão encerrada”, explicou betão argumentando que só assumiu a presidência da mesa para evitar mais um desgaste na casa, já que na última sessão os vereadores da situação se recusaram a ficar na plenária, caso o vereador Ibamar Fernandes assumisse.

“Na verdade os vereadores estão olhando para o próprio umbigo, e já visando as eleições de 2016 e começou quando os vereadores da situação e a própria oposição se recusaram a ficar na sessão e aprovar projetos. Espero que Osório volte a assumir o seu posto porque senão toda vez as sessões vão ser adiadas e tá parecendo que ninguém quer ter compromisso com o povo”, finalizou Betão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Gonzaga Patriota participam do I Fórum Social em Defesa das Águas do Rio São Francisco em Petrolândia

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) e o irmão Alvinho Patriota (PV), pré-candidato a…