Isaac Carvalho gastou sozinho mais de 300 mil reais na eleição de 2018

0

Os candidatos às cadeiras na Câmara dos Deputados pela Bahia Luiz Carlos Caetano (PT) e Isaac de Carvalho (PCdoB) gastaram, respectivamente, R$ 7,68 e R$3,30 por cada voto recebido nas eleições de 2018. Juntos, os postulantes ao Congresso Nacional somam R$ 1.289.458 investidos durante a campanha, no entanto, os dois tiveram suas candidaturas indeferidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O ex-prefeito de Juazeiro, Isaac de Carvalho, teve um total de 100.549 votos nas eleições de outubro e gastou um montante de R$ 331.826,40 durante a campanha. Os votos dele não foram computados no coeficiente eleitoral. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve o indeferimento da candidatura de Carvalho após uma condenação em Segunda Instância pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) com base na Lei da Ficha Limpa.

Caetano gastou R$ 957.632,50 na campanha e somou 124.647 votos, número que o tornou o 10º candidato a deputado federal com mais eleitores na Bahia. Porém o petista também foi enquadrado pela Lei da Ficha Limpa por uma condenação por improbidade administrativa.

O suplente de Caetano, Charles Fernandes (PSD), compõe a lista dos candidatos que podem ter a diplomação eleitoral anulada. Ele, que gastou R$ 12,94 por voto recebido no dia 7 de outubro, é alvo de um processo movido pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), assim como o deputado estadual Pastor Tom (Patri) e o deputado estadual suplente Luizinho Sobral (Pode) que gastaram R$ 1,25 e R$ 4,79, respectivamente, por voto recebido nas Eleições 2018. (Fonte: BN – Foto: Divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Bahia oferece 10 mil vagas para cursos técnicos; Juazeiro na lista

A Secretaria da Educação do Estado oferece 10 mil vagas para cursos técnicos de nível médi…