Barraqueiros da Orla de Juazeiro tem energia suspensa e solicitam apoio de Vereadores

0

barraqueiros

Barraqueiros que compõe a Associação de Barraqueiros da Prainha do bairro Santo Antônio, reuniram-se na manhã desta terça-feira (26) com a Comissão Urbanismo, Infraestrutura e Habitação – CUIH da Câmara de Juazeiro, os vereadores Jean Gomes, presidente (PT); Anderson Alves (PP), relator; Francinalvo Leopoldo, o Nalvinho (PT do B) e Poliane Amorim (PC do B), membros, para solicitar apoio dos edis para regular a energia no local.

Os barraqueiros relataram que, após suspensão do serviço, procuraram a empresa responsável pela concessão e uso de energia na Bahia a fim de regularizar a situação, mas não houve retorno.

“Enviamos dois ofícios e não houve resposta por parte da Coelba, empresa responsável pelo fornecimento de energia e o mesmo aconteceu com algumas secretarias municipais. Decidimos então buscar apoio dos vereadores para ajudar a resolver a situação”, lamentou o presidente da Federação Municipal das Associações de Moradores e Entidades Afins de Juazeiro – FMAMEAJ, Francisco Odécio, popular Chico Bito.

O presidente da CUIH, vereador Jean Gomes, explicou aos trabalhadores que a comissão foi designada para acompanhar e intermediar a situação. “A função do vereador além de legislar e fiscalizar é intermediar situações como esta envolvendo população e órgãos públicos. Vamos agendar e reunir uma comissão para uma reunião com a Coelba para resolver o impasse”, pontuou.

De acordo com o relator da comissão, vereador Anderson Alves existe um projeto de lei votado e aprovado na Câmara de Vereadores para a revitalização do local considerado balneário.

“Existe o projeto de lei para revitalização dessa área com recursos do Governo Federal que foi aprovado na Câmara, mas devido a burocracia os recursos ainda não foram liberados. Vamos buscar informações sobre esse projeto para transformar esse local no espaço de lazer seguro e regular para a população”, concluiu. Um relatório será elaborado e encaminhado à mesa diretora da Câmara e aos órgãos competentes para as providências cabíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Resposta da SESAU de Juazeiro a denúncia do leitor no quadro “Aqui Cada Leitor Vira um Repórter”

Em reposta a denuncia da leitor em relação ao não pagamento da luz da Casa de Apoio, onde …