Após facada, cirurgia em Bolsonaro deve tirá-lo da campanha do 1º turno, diz portal

0

A cirurgia que Jair Bolsonaro foi submetido após ser esfaqueado em Juiz de Fora, em Minas Gerais, deve tirar o candidato do PSL à Presidência da República da campanha do 1° turno. De acordo com os médicos ouvidos pelo Uol, os procedimentos aplicados no deputado nesta quinta-feira (6) foram de “alta complexidade”.

O médico-cirurgião do aparelho digestivo do Hospital de Base do Distrito Federal, especializado em traumas, Igor Vieira explicou que Bolsonaro passou por uma “laparotomia exploradora”, o nome da cirurgia “de grande porte” que lhe abriu o abdome para “vasculhar a região até chegar ao diagnóstico”.

O candidato precisará, após o procedimento, ficar em repouso por até um mês. Caso se confirme, esse tempo irá tirar Bolsonaro da campanha de corpo a corpo até o dia do primeiro turno das eleições, em 7 de outubro.

De acordo com a Globo News, o candidato sofreu uma lesão na artéria mesentérica, responsável por levar sangue ao intestino. Mas o ferimento mais grave ocorreu no intestino delgado: três ferimentos que obrigaram os médicos a realizarem uma ileostomia, quando uma bolsa é acoplada ao abdome.

Em coletiva dada pelos médicos do Hospital Santa Casa, no começo da noite, os especialistas falaram que tinham a opção de costurar o íleon, mas a contaminação provavelmente infeccionaria a intervenção, obrigando os médicos a realizar uma nova cirurgia. “Ele precisará de seis semanas para tirar a bolsa”, estimou o médico ouvido pela reportagem. “Depois do procedimento, ele deve ter recebido antibióticos de amplo espectro, capaz de proteger contra uma larga gama de bactérias”, completou.

Bolsonaro também foi tratado de uma forte hemorragia, que, segundo seu filho Flávio Bolsonaro, derrubou sua pressão arterial para 10/3, “quase morto” (veja aqui). Ele precisou receber duas bolsas de sangue por transfusão. Os médicos que operaram Bolsonaro não confirmaram o tempo de repouso que será necessário para o candidato voltar à campanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Bolsonaro chega a Brasília para dois dias de reuniões

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, chegou agora de manhã a Brasília para uma série de re…