Ação da Vigilância Sanitária revolta feirante e vereador, “é transformar cidadão em bandido”, afirma Cancão

3

apreensão

Nossa equipe flagrou na manhã desta quarta-feira (22), na feira livre do bairro Areia Branca, em Petrolina, uma fiscalização da Vigilância Sanitária, onde foram apreendidos 178 kg de carne de apenas um feirante. Na ação estavam presente seis viaturas da polícia.

atuaçãoO feirante, Manoel Pedro de Araújo, que foi atuado por carne de origem clandestina, relatou que trabalha na feira há 23 anos e comentou que o prejuízo chega a R$ 4 mil. “Essa é a primeira vez que acontece comigo, nunca trabalhei errado, estou trabalhando assim por conta do Prefeito que fechou o matadouro. Eu fiquei triste por que a Vigilância Sanitária encontrou a feira cheia de bode e achou de levar só o meu. Era pra ter pego a mercadoria de todo mundo, mas recolheram só a minha.” comenta indignado Araújo. Ele declarou que está sem saber o que fazer, “eu fiquei sem vontade de trabalhar, tenho família e esperava trabalhar bem nessa época de São João”, concluiu o feirante.

O Vereador Ronaldo de Souza, mais conhecido como ‘Cancão’, ficou revoltado com a situação. Veja no vídeo.

3 Comentários

  1. Zumilton Branco

    22 de junho de 2016 em 19:46

    Desde q me entendo com gente, nas feiras sempre se vendeu muita carne de bode, de porco, de boi, sempre nas barracas, e agora estão atrapalhando os marchante. É FÁCIL: AS ELEIÇÕES ESTÃO AÍ

    Responder

  2. marivaldo

    22 de junho de 2016 em 21:58

    Mas para “incinerar” essas carnes de bode toda, vai precisar de boas fogueiras!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Governo recorre ao STJ para garantir Cristiane Brasil como ministra do Trabalho

O governo decidiu recorrer mais uma vez à Justiça para tentar manter a posse da deputada C…