Veterinários e profissionais de Educação física reivindicam inserção no plano de vacinação contra Covid para as categorias em Pernambuco

Médicos Veterinários e profissionais de educação física se reuniram, na manhã desta quarta-feira (19), em frente à Fábrica Tacaruna, em Olinda, para uma carreata com o objetivo de cobrar à Secretaria Estadual de Saúde que as categorias sejam inseridas entre os grupos prioritários de vacinação contra a Covid-19.

De acordo com os profissionais, as funções foram inseridas no plano nacional de imunização do Ministério da Saúde, mas estão com dificuldades para receber a vacina contra a Covid-19 em Pernambuco.

As duas categorias são reconhecidas como profissionais de saúde há mais de duas décadas pelo Conselho Nacional de Saúde e já entraram com ações na justiça para garantir o direito à vacina das referidas categorias. “Hoje estamos na mobilização pela vacinação, porque dos 14 profissionais de saúde elencados para receber a vacinação prioritária, dois ficaram de fora, que são os médicos veterinários e profissionais de educação física”, afirmou a presidente o Conselho Regional de Medicina Veterinária de Pernambuco (CRMV-PE), Elisa Araújo.

“A nossa intenção é sensibilizar as autoridades porque fazemos trabalho essencial durante a pandemia e precisamos da vacinação porque cuidamos da população”, enfatizou Elisa. Uma das organizadoras da manifestação, a médica veterinária Cristiane Aguiar afirmou que, em abril, houve abertura para os demais profissionais de saúde, no entanto, os profissionais como médicos veterinários e de educação física conseguiram até fazer seus cadastros, mas quando chega nos postos de vacinação são barrados.

“Apenas veterinários que são da Prefeitura do Recife e da Vigilância Sanitária que são contemplados. Quem trabalha com clínica, hospitais veterinários, RPs, quem trabalha na área comercial estão sendo barrados”, ressaltou. Já o presidente do Conselho Regional de Educação Física de Pernambuco (CREF-PE), Lucio Beltrão, também esteve no local e cobrou tratamento igualitário para todas as profissões de saúde.

Conforme o Conselho Nacional de Saúde são profissionais de saúde: médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Butantan paralisa produção da CoronaVac e só deve receber insumos no dia 26 de junho

Após entregar mais 2,2 milhões de doses da vacina CoronaVac, as últimas produzidas a parti…