Vereador em Minas Gerais diz que tem que “matar cachorro de rua”; MP foi acionado

Um vereador de Minas Gerais declarou durante sessão da Câmara Municipal de João Pinheiro -MG, que é a favor da morte dos animais de rua. Eli Corrêa (DEM) acredita que esses animais devem ser mortos por transmitirem doenças para a população, e sinalizou que se passar por cima de um cachorro na rua, nem olha para trás.

O posicionamento do parlamentar ocorreu na última segunda-feira (19), e começou a repercutir nacionalmente na quinta-feira (22). A fala do edil provocou indignação coletiva, e já tem representação no Ministério Público para que investigue o caso.

“Cachorro na rua tem é que matar, cachorro em rua do jeito que vemos por toda banda, com problema e doença, amontoado, trazendo doença para população. (…) Cachorro de rua para mim é perder tempo. Eu, se passar por cima de um cachorro, nem olho para trás, penso que não tem dono”, assegurou.

As declarações de Eli Corrêa aconteceram depois que um outro vereador apresentou um projeto de lei para conscientizar as crianças da cidade e criar o mês de prevenção à crueldade animal. As informações são da UOL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Mais 165.100 doses da vacina AstraZeneca chegaram a Pernambuco; lote da CoronaVac deve vir nesta sexta (7)

Pernambuco recebeu, na tarde desta quinta-feira (6), mais 165.100 doses da vacina AstraZen…