Veja quais alimentos estão mais caros no Brasil

0

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos mostra que vários produtos tiveram aumento no país.

Quem for ao supermercado fazer compras terá que se deparar com os valores alterados e buscar formas de economizar.

O Dieese apontou altas nos preços do leite integral, arroz agulhinha, pão francês, carne bovina e feijão. Veja em detalhes:

Leite integral

As elevações nos valores do produto variaram entre 1,43%, em Brasília, e 11,10%, em Curitiba. Apenas em Vitória, o preço ficou estável.

Arroz agulhinha

Ficou mais caro em 15 capitais, com destaque para Porto Alegre (17,91%), Campo Grande (13,61%) e Goiânia (10,56%). O preço ficou estável em Curitiba e recuou -1,45% em Brasília.

Pão francês

Preço variou de 0,23%, em São Paulo a 9,78%, em Salvador.

Carne bovina de primeira

Alta variou de 0,59%, em Aracaju a 8,89%, em Campo Grande.

Feijão

O preço do feijão está em queda: recuou em 14 capitais. A maior queda, de -25,53%, ocorreu em Campo Grande. Mas o feijão preto, pesquisado nas capitais do Sul, em Vitória e no Rio de Janeiro, subiu em Porto Alegre (5,00%), Curitiba (3,27%) e na capital fluminense (0,82%).

Como os supermercados têm reagido a essas altas? A Apas (Associação Paulista de Supermercados) informa que tem recomendado aos supermercados que continuem negociando com seus fornecedores e comprem somente a quantidade necessária para a reposição. Outra orientação é que os supermercados ofereçam aos seus consumidores opções de substituição aos produtos mais caros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Dengue pode fornecer anticorpos contra Covid-19, aponta pesquisa brasileira

Em um estudo que buscou identificar as características da propagação do novo coronavírus n…