Variante Ômicron ‘infelizmente’ irá chegar ao Brasil, diz presidente do Butantan

O presidente do Instituto Butantan Dimas Covas disse que a nova variante da Covid-19 vai chegar ao Brasil, se ela já não estiver circulando dentro do país. Batizada de Ômicron pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a cepa B.1.1.529 foi identificada pela primeira vez na África do Sul e já se espalhou aos quatro continentes. Ela aparenta se disseminar relativamente mais rápido.

Resta saber se o Brasil vai conseguir conter a nova variante, disse Covas à ‘Folha de São Paulo’. Para o presidente do Butantan, medidas necessárias para conseguir isso são o controle de entrada nos aeroportos e quarentena dos que vieram da África do Sul. Covas disse ainda que estuda doar doses da Coronavac, vacina produzida pelo Butantan, para países da África.

O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, disse nessa sexta-feira que há possibilidades de circulação no Brasil da variante Ômicron. Barra Torres afirmou, no entanto, que ainda não há registro oficial da nova cepa no país.

“Realmente a possibilidade existe, não temos como dizer que é zero chance de já estar no Brasil, que não é possível. A possibilidade de termos algum caso que não tenha sido identificado existe, é uma possibilidade, mas até o momento não existe”, comentou o representante da Anvisa em entrevista à CNN. (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Comissão Eleitoral divulga lista preliminar de servidores municipais associados aptos a votarem nas eleições do Sindsemp

Em cumprimento ao edital de eleições a Comissão Eleitoral divulgou nesta segunda-feira (24…