Vacina H1N1: Petrolina (PE) já imunizou, contra a gripe, mais de 20 mil pessoas

Desde o dia 14 de abril, está em andamento, em Petrolina, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Com isso, todas as Unidades Básicas de Saúde de Petrolina estão realizando a imunização de crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes e puérperas (com até 45 dias pós-parto), profissionais de saúde, idosos a partir de 60 anos e professores. Até esta segunda-feira (17), 21.330 pessoas já tinham sido imunizadas. A vacina previne contra três tipos de vírus, a influenza B, H1N1 e H2N3.

A Secretaria de Saúde já recebeu 51.450 doses para imunização dos grupos pertencentes às duas fases. “Estamos administrando estas doses em todas as unidades de saúde. Reforçamos para as pessoas pertencentes a estas fases que a vacinação acontece no próprio posto de saúde, no horário de funcionamento da sala de vacina. Na zona urbana, nos dois turnos, e na zona rural, no período da manhã”, explicou a diretora de Atenção Básica, Lorena Andrade.

Por a vacina contra a gripe não ter eficácia contra a COVID-19, a diretora também traz esclarecimentos. “Quem tomou a vacina contra o novo coronavírus, precisa aguardar um prazo de 14 dias para tomar a vacina contra a gripe ou qualquer outra vacina. Existe uma restrição para as pessoas que tiveram a COVID-19, elas precisam aguardar um prazo de 30 dias, do início dos sintomas, para assim, poder tomar a dose da vacina do H1N1. Estes esclarecimentos são necessários uma vez que estamos com a aplicação destes dois imunos no município, é preciso conhecimento das pessoas para evitar aglomeração nas unidades de saúde”, conclui.

Para receber a vacinação é necessário apresentar documento oficial com foto e cartão de vacina. No caso das crianças que não tenham RG, pode-se levar a certidão de nascimento. Já os profissionais de saúde, além de documento oficial, precisam levar um documento que comprove sua atuação, bem como os professores que também devem apresentar comprovação do seu vínculo empregatício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA): Instituto de Previdência lança campanha alertando sobre violência financeira contra idosos

Idosos que não têm acesso aos seus cartões bancários ou são forçados a fazer empréstimos p…