Vacina Covid-19: Atraso de poucos dias não prejudicará imunidade das pessoas, diz médico

O  representante da Sociedade Brasileira de Imunização no Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação contra a Covid19, médico Eduardo Jorge Fonseca, explicou durante coletiva do Governo de Pernambuco, realizada na quinta-feira (29), que o atraso  da aplicação da  segunda dose  da vacina coronavac não  prejudica a eficácia da vacina.

Durante coletiva o médico foi questionado sobre  estudos que estimam a eficácia desses imunizantes quando a segunda aplicação é feita após o limite de 28 dias ou três meses, e neste caso até quando pode ser feita esta segunda dose sem perca de eficácia.

Essa é uma resposta difícil. Os estudos foram feitos com 28 dias, então nós não temos uma segurança total em afirmar isso, entretanto é altamente improvável que o atraso de uma vacina inativada  interfira em sua imunogenicidade. Então a gente está absolutamente resguardado em paralelo com outras vacinas inativadas que esse atraso de poucos dias não haverá prejuízos de imunidade com esse atraso“, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA) registra três óbitos e 59 novos casos da Covid-19 nesta terça (11)

De acordo com o levantamento, 14.011 moradores foram infectados desde o início da pandemia…