Tempestade solar poderá provocar desde instabilidade no rádio a mudança da cor do céu 

A Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA) dos Estados Unidos compartilhou um vídeo, na terça-feira (23), em que é possível visualizar o fenômeno no Sol responsável por causar uma tempestade geomagnética solar na Terra, nesta semana.

A NOAA detalhou que mais explosões e erupções solares foram detectadas no início desta semana e devem atingir a Terra nos próximos dias, na quinta e sexta. Os riscos do fenômeno são baixos.

Na terça, a explosão solar causou impactos em sistemas de rádio de alta frequência.

Como funciona uma tempestade solar?
Tempestades geomagnéticas ocorrem quando há uma ejeção de partículas solares em direção à Terra. A situação pode produzir “algumas das auroras mais brilhantes e ativas que se estendem mais em direção ao Equador”, segundo a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional.

“Embora essas tempestades não possam prejudicar-nos diretamente ou à natureza, são perturbadoras e potencialmente muito prejudiciais para a tecnologia. As correntes elétricas são induzidas na crosta terrestre e isso pode causar surtos e danos às redes elétricas. As comunicações e a navegação GPS podem ser interrompidas. Os voos aéreos em altas latitudes são propensos a doses de radiação, exigindo cancelamento ou reencaminhamento. E há um perigo para satélites e astronautas”, afirmou o chefe do grupo de Física Solar da Universidade de Aberystwyth, no Reino Unido, Huw Morgan, em entrevista à Newsweek. (Diário do Nordeste)

Fechado para comentários

Veja também

Construtora Jotanunes esclarece sobre últimos acontecimentos envolvendo o empreendimento Vila Verde em Perolina (PE)

NOTA DE ESCLARECIMENTO Em virtude dos últimos acontecimentos envolvendo o empreendimento V…