Suspeito é indiciado pela polícia por planejar suposto atentado contra o prefeito de Pilão Arcado (BA)

Um homem identificado como responsável por um grupo de WhatsApp e suspeito de ser o “adm” de várias páginas do Instagram, foi indiciado pela Polícia Civil de Pilão Arcado (BA) por prometer nas suas páginas “um litro de whisky pra tacar um paralelepípedo na testa do Orgeto dia 13 (SIC)”.

Orgeto Bastos é o prefeito de Pilão Arcado (BA) e disse que “ameaças ultrapassam o limite da civilidade e devem ser condenadas”.

A referência ao 13 é a data dos festejos de Santo Antonio, padroeiro de Pilão Arcado.

Segundo o ofício 06/2024, enviado pelo Delegado Substituo de Pilão Arcado à Delegada Coordenadora da 17ª COORPIN, datado de 15 de janeiro, vários perfis, “valendo-se do anonimato, vêm extrapolando a esfera da livre exposição do pensamento para atingir direitos personalíssimos das vítimas”.

O indiciado, foi intimado e acompanhado pelo seu advogado, que exerce o cargo de vereador no município e integra a atual oposição ao prefeito, e optou por ficar em silêncio durante o interrogatório.

As peças, prints, áudios e fotos, foram anexadas ao processo que aguarda decisão da Justiça.

Fechado para comentários

Veja também

Exclusivo Caso Beatriz: Lucinha Mota participará do programa ‘Encontro’ da Rede Globo nessa sexta-feira (19)

Lucinha Mota, mãe da garota Beatriz Angélica estará ao vivo no programa ‘Encontro co…