Sintepe repudia anúncio do retorno das aulas presenciais em Pernambuco; confira a nota

0

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Pernambuco (Sintepe) divulgou uma nota, em que se posiciona contrário ao anúncio da retomada das aulas presenciais. O Governo do Estado informou que as escolas públicas e privadas da educação básica poderão retornar às atividades, de maneira gradual, a partir de 6 de outubro.

“A categoria, que já conhece a realidade da maioria das escolas públicas estaduais e as condições de trabalho, está receosa do que vai encontrar no retorno aos locais de trabalho, ou melhor, o que não vai encontrar em termos de segurança”, declarou a entidade sindical.

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Educação e Esportes, argumenta que está tomando as medidas necessárias para garantir a segurança dos alunos e professores diante da pandemia do novo coronavírus.

Em Pernambuco, a educação básica conta com cerca de 2,5 milhões de pessoas, entre professores, estudantes e outros profissionais ligados às escolas. Só a rede estadual de ensino conta com mais de 560 mil alunos distribuídos em 1.060 escolas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Senado reage contra decreto que estuda gestão privada de unidades do SUS

O decreto que coloca a atenção primária, porta de entrada do SUS, na mira do programa de c…