Simulações mostram como ficariam pontos de Recife (PE) com elevação do nível do mar

A organização Climate Central produziu uma série de simulações que mostram como ficariam pontos de diversas cidades do mundo com a elevação do nível do mar caso o planeta não alcance as metas de redução de emissões de carbono.

Do Recife, foram simulados como ficariam trechos do bairro de Casa Amarela e da região em torno do Estádio dos Aflitos, na Zona Norte do Recife, em 2050, em patamares de aumento de até 4ºC. Os resultados são devastadores – clique aqui e confira todos os locais simulados pela entidade.

As imagens mostram como a linha de maré alta pode invadir as terras, atualmente secas e ocupadas por cerca de 10% da população mundial, após até 3ºC de aumento da temperatura média do planeta.

O planeta está no limiar da limitação de até 1,5ºC de aumento da temperatura média do Acordo de Paris e a expectativa é que, mantidas as emissões de carbono atuais, essa elevação chegue a 3ºC até o ano de 2100.

O aumento do nível do mar é uma consequência direta da elevação da temperatura que causa, entre outras mudanças, o derretimento das geleiras nos polos.

Relatório mais recente do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado em agosto, mostra que o Recife é a capital brasileira mais vulnerável às mudanças climáticas e ao aumento do nível do mar e a 16ª no ranking global.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA): APLB Sindicato exige da SEDUC celeridade no cumprimento de direitos garantidos aos trabalhadores em educação 

A APLB Sindicato emitiu nota para cobrar da Secretaria de Educação de Juazeiro (BA) celeri…