Serra Talhada: Advogado agredido a pauladas em feira livre da cidade encontra-se em coma induzido no Recife

0

O advogado Domingos Sávio, agredido a pauladas neste domingo (15) em plena feira livre no Centro de Serra Talhada, Sertão do Pajeú, está em coma induzido no Hospital da Restauração (HR), no Recife, após um procedimento cirúrgico delicado no lado esquerdo da cabeça. Por orientação médica, Domingos Sávio deve seguir em coma induzido pelas próximas 48h e se encontra no setor de recuperação do HR. O caso do advogado comoveu toda a região sertaneja.

De acordo com os familiares, os médicos disseram que retiraram parte do osso do crânio do advogado para evitar o inchaço do cérebro e dar vazão ao sangue acumulado no local das pancadas. Até lá, Domingos Sávio segue em observação. A equipe médica detalhou que o lado esquerdo afetado é responsável pela coordenação motora e também pela fala e só será possível saber se o advogado ficou com sequelas nestas funções após a retirada do estado de coma induzido.

“Precisamos rezar muito por ele e pedimos oração. Essas primeiras 48h são decisivas. Ele está muito bem assistido no Hospital da Restauração. O que pedimos agora é oração. É o que é mais precisa neste momento”, disse um dos familiares.

Após passar por audiência de custódia na tarde desse domingo (15), o agressor de Domingos Sávio de Lima e Silva, foi identificado por Alcimar Batista da Silva, 32 anos, morador do bairro São Cristóvão. Ele disse em depoimento à polícia, que o advogado lhe devia uma quantia em dinheiro. O agressor foi encaminhado à cadeia pública de Serra Talhada, acusado de tentativa de homicídio, após espancar o advogado com um pedaço de madeira.

O caso

O advogado serra-talhadense Domingos Sávio de Lima e Silva foi agredido a pauladas por volta das 9h30 deste domingo, quando fazia comprar na feira livre da cidade. Logo após a agressão, populares imobilizaram o agressor e de pronto acionaram a Polícia Militar. Por pouco, segundo testemunhas, não houve o linchamento do acusado. O caso está sendo conduzido pelo delegado Olegário Júnior.

A OAB-PE enviou nota de solidariedade ao colega e seus familiares e exigiu investigação e punição rápida do agressor, pela violência sofrida pelo advogado Domingos Sávio. (Com Portal Farol de Notícias)

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

TRE de Pernambuco divulga orientações sobre início da campanha eleitoral municipal

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta-feira (25) na sede do Tribunal Regio…