Senado da Argentina aprova legalização do aborto

O Senado da Argentina seguiu o posicionamento da Câmara dos Deputados, tomado há duas semanas (veja aqui), e aprovou a legalização do aborto no país. A votação ocorreu na madrugada desta quarta-feira (30), com 38 votos a favor, 29 contra e uma abstenção. Com isso, a interrupção voluntária da gravidez (IVE) passa a ser legal até a 14ª semana de gestação.

Além disso, de acordo com a publicação, o Senado ainda aprovou, por unanimidade, o projeto de lei que cria um “seguro de mil dias” para fortalecer o atendimento à mulher durante a gravidez e os cuidados dos filhos nos primeiros anos de vida. O propósito disso é evitar abortos por razões econômicas. (bahianoticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

STF abre investigação contra Pazuello devido a colapso no Amazonas

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de…