Secretário estadual de Planejamento e Gestão, Danilo Cabral, enaltece Chapéu de Palha e reconhece erros do Pacto pela Vida

0

danilo (2)

O secretário de planejamento do estado de Pernambuco Danilo Cabral concedeu de entrevista nesta segunda-feira (11) no Programa Edenevaldo Alves, Rádio Petrolina FM 98,3  e anunciou o lançamento do Programa Chapéu de Palha para os trabalhadores da fruticultura irrigada que ocorrerá no próximo dia 18 de janeiro (segunda-feira) em Petrolina.

Dez mil trabalhadores do ramo receberam em 2015 o benefício com direito a cursos que garantem a sua formação dando continuidade as suas atividades.

O cadastramento do programa ocorrerá de 18 a 22 de janeiro garantindo aos sete municípios que compõem a região do Vale do São Francisco que são Petrolina, Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista, Orocó, Cabrobó, Belém do São Francisco e Petrolândia uma safra positiva durante o ano. Durante a abertura do cadastramento, está prevista a presença do governador Paulo Câmara no município de Petrolina.

A expectativa para o Chapéu de Palha da Fruticultura Irrigada 2016 é que o número de beneficiados repita os da edição anterior, quando 9.897 trabalhadores foram atendidos pelo programa. A informação é do secretário estadual de Planejamento e Gestão, Danilo Cabral, titular da pasta que coordena a iniciativa. “Esse número pode ser até maior devido à crise econômica, cujo um dos efeitos foi o aumento do desemprego”, ressalta.

Danilo Cabral destaca a determinação do governador Paulo Câmara em renovar o Chapéu de Palha neste ano, mesmo no cenário de restrição fiscal. “O Governo do Estado vai investir R$ 70 milhões de recursos próprios no programa, que garante um subsídio aos trabalhadores durante a entressafra, além de um conjunto de conteúdos para formação profissionalizante”, afirma. Ele lembrou que o Chapéu de Palha foi criado pelo ex-governador Miguel Arraes para garantir o sustento aos trabalhadores da palha da cana-de-açúcar e ampliado pelo ex-governador Eduardo Campos, com a inserção da Fruticultura Irrigada e da Pesca.

Para se cadastrar em 2016 no Chapéu de Palha, é necessário ser trabalhador (a) rural da fruticultura irrigada, auxiliar de câmara fria e de casa de embalagem, embalador (a) ou tratorista e ter mais de 18 anos. Além disso, é preciso ser morador de um dos sete municípios pernambucanos contemplados pelo programa. Não serão admitidos trabalhadores que residam em outras cidades.

Também está entre os critérios para o cadastramento que o agricultor tenha trabalhado com registro em carteira pelo período mínimo de 30 dias corridos entre 1º de junho e 31 de dezembro de 2015. E ter sido dispensado a partir entre 1º de junho do ano passado e o último dia das inscrições, 22 de janeiro.

Os trabalhadores devem apresentar originais e cópias do NIS/PIS do participante e/ou do representante legal, CPF do participante e do indicado, Carteira de Identidade do participante, Documento Comprobatório da Demissão: CTPS (folha de rosto e folha que comprova a data de demissão) e contrato de trabalho rescindido do participante, Comprovante de endereço do participante e do Indicado. Para informações, o telefone é o 0800 282 5158.

Pacto pela vida

Nas últimas 36h em 2016 tivemos 36 homicídios registrados no estado de Pernambuco e Petrolina está incluída na lista. A situação já é delicada e começa a preocupar não só a população, mas também as autoridades envolvidas no programa de governo Pacto pela vida.

De acordo com Danilo Cabral é reconhecível uma oscilação no aumento da criminalidade em Pernambuco a contar com os casos de homicídios.

“Nós entendemos que o pacto pela vida apresenta pontos negativos, mas precisamos reconhecer que mais de  10 mil vidas foram preservadas desde a criação do programa que já dura de 7 a 8 anos.”, disse

Cabral reconhece que o programa precisa ser repensado corrigindo falhas e afirmou que semanalmente, um conjunto de protagonistas responsáveis pelo Pacto se reúnem para que os resultados sejam aprimorados.

“O governador Paulo Câmara é quem assume o comando das reunião do programa e desde o início do governo, alguns reajustes estão sendo feitos. Câmara aumentou as gratificações dos policiais, mais de mil policiais já foram lotados, autorizou concursos, oxigenou algumas áreas trocando os comandos de policiamento, mas os fatores de invariáveis como mudanças da lei de responsabilidade fiscal, fez com que algumas categorias organizassem protestos, mas estamos caminhando para mudar o quadro do Pacto pela Vida e a expectativa é que nesse semestre a região de Petrolina e região tenha uma queda no número de homicídios”, finalizou o secretário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Com derrota de Marília Arraes, em Recife (PE), PT tem o pior resultado nas eleições municipais desde sua fundação

Com a derrota de Marília Arraes, no Recife (PE), e João Coser, em Vitória (ES), o Partido …