São Paulo: Unicamp cancela matrícula de 1.311 alunos por falta de vacina contra Covid-19

As matrículas de 1. 311 alunos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em São Paulo foram indeferidas devido à negativa em apresentar o comprovante de vacinação contra a Covid-19.

Entre fevereiro e abril, período de matrícula e rematrícula, foram 966 registros cancelados para cursos de graduação, 337 para pós-graduação stricto sensu e 8 para lato sensu.

A comprovação de, no mínimo, uma dose da vacina foi condição para renovação do vínculo de alunos antigos e matrícula de aprovados nos processos seletivos para o ano letivo de 2022.

Em nota, a universidade diz ser “fundamental salientar que decisões da Unicamp passaram por todas as instâncias administrativas e de câmaras que são compostas por alunos, funcionários e docentes. […] Hoje não há nenhum aluno ativo na universidade sem comprovação vacinal”.

Ainda de acordo com a USP, o número de estudantes com situação irregular tende a diminuir. “Há alunos que estão apresentando os comprovantes agora, depois da retirada dos registros, embora tenham sido vacinados há bastante tempo”, diz. (Bahia Notícias)

Fechado para comentários

Veja também

Vereadores aumentam o próprio salário em 24% em cidade paulista

A Câmara Municipal de Porangaba, cidade do interior de São Paulo, aprovou nessa terça-feir…