São Paulo: Homem mata e arranca órgãos de mulher horas após ela registrar BO

Um homem matou a mulher, arrancou os órgãos dela e confessou o crime ao ser preso pela polícia, nesta segunda-feira (26), em Tupã (SP). Ela havia registrado queixa contra ele horas antes.

Após ser coagida, Milena Dantas Bereta Nistarda, de 53 anos, decidiu registrar um boletim de ocorrência na manhã de ontem contra o marido, Marcelo Nistarda Antoniassi, de 49 anos. Ela não quis a medida protetiva, segundo informou a delegada Milena Davoli Nabas de Melo, do 3º Distrito Policial de Tupã. Já a Secretaria de Segurança Pública diz que ela solicitou a proteção.

A mulher voltou para casa após registrar o boletim de ocorrência, mas o companheiro foi atrás, derrubou o portão com o carro. Ele também arrombou a porta da cozinha e, na sequência, a porta do quarto onde ela estava trancada sozinha. Foi quando o homem esfaqueou e retirou os órgãos da vítima, conforme apurou o UOL com um dos familiares.

Uma denúncia foi feita e Antoniassi foi preso pelos policiais. No momento da abordagem, quando ainda estava com a faca nas mãos, pediu para que os agentes o matassem porque ele já havia matado a esposa.

Milena Dantas e Marcelo Antoniassi estavam casados havia 29 anos e tinham um filho (a menina era filha dela de outro casamento). A mulher já havia demonstrado o desejo de se separar dele, após episódios de violência doméstica, estupro e cárcere, conforme relatou um dos familiares ao UOL. Antoniassi murchava o pneu do carro da vítima para que não saísse de casa e tinha colocado até mesmo rastreador no celular dela. (Uol)

Fechado para comentários

Veja também

Em congresso da Amupe, prefeita Josimara Cavalcanti reforça luta dos municípios por mais autonomia e recursos

A prefeita de Dormentes, Josimara Cavalcanti (MDB), iniciou a semana no Recife participand…