Salvador pode não ter mais Carnaval na Quarta-feira de Cinzas; lei falta somente sanção do prefeito

0

Pela primeira vez em 24 anos, o carnaval de Salvador (BA) pode não ter as comemorações oficiais estendidas até a quarta-feira de cinzas. A Câmara Municipal de Salvador aprovou na última quarta-feira (11) um projeto de lei que proíbe a realização de festejos de Carnaval na cidade a partir das 5h da quarta-feira de cinzas. A proposta ainda depende da sanção do prefeito ACM Neto (DEM) para virar lei.

O projeto foi de autoria do vereador Henrique Carballal (PV) que tem uma justificativa religiosa: ele argumenta que, por marcar o início da Quaresma, a Quarta-feira de Cinzas não pode ser dedicada a uma festa profana.

O arrastão da Quarta-Feira de Cinzas foi criado em 1995 por Carlinhos Brown e, desde então, tornou-se uma tradição no Carnaval de Salvador.O desfile acontece no final da manhã da Quarta de Cinzas no sentido contrário ao do Carnaval, seguindo da Barra até Ondina. Também costuma ser mais curto, já que os trios elétricos andam em maior velocidade.

O arrastão também é encarado como uma opção de lazer para os foliões que querem mais um dia de festa, mas também para os ambulantes e outros profissionais que trabalham durante o Carnaval. (Folha PE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Sobe para 20 toneladas o total de óleo recolhido no litoral de Pernambuco

A força-tarefa montada pelo Governo do Estado e órgãos ambientais recolheu, até 12h desta …