Salvador (BA): Paciente é esquecida dentro de máquina de ressonância magnética em clínica

Uma paciente viveu momentos de pânico em uma clínica em Salvador (BA). Laura Nogueira, de 48 anos, foi esquecida por cerca de 15 minutos dentro de uma máquina de ressonância magnética em um estabelecimento no bairro Itaigara, na capital baiana. O caso aconteceu no domingo (13).

 

A advogada contou que viveu momentos de pânico, após gritar por ajuda e perceber que estava sozinha no local. Ela sofre com dores na coluna, e costumava passar pelo exame.

Ao G1 Bahia, ela contou que estranhou a demora para ser retirada do equipamento. 

“A sensação é horrível porque quando você faz esse tipo de exame, normalmente não é um exame agradável de se fazer é um exame que você entra no tubo, passa meia hora. Não é uma sensação confortável e você passar de 10 a 15 minutos a mais, tendo certeza que ninguém sabia, é pior ainda”, comenta a advogada.

Segundo Laura, o botão de segurança que aciona a equipe médica para retirar o paciente, não funcionou.

Por conta disso, ela ficou ainda mais nervosa. “Uma medida de emergência para o paciente e ela não funciona, assusta. Eu fiquei lá gritando”, disse ao G1 Bahia. Após de algum tempo e gritos, funcionários da clínica apareceram na sala e retiraram Laura do equipamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

América Latina: Primeiro caso de varíola do macaco é confirmado na Argentina

O primeiro caso de varíola do macaco foi confirmado na América Latina na sexta-feira (27).…