Salgueiro recebe projeto sobre combate à corrupção e à sonegação

Pela manhã, alunos da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Professor Urbano Gomes de Sá aprenderam a importância de não cometer atos de desonestidade. Além disso, os jovens foram convidados a refletir que, por mais inofensivos que aparentem ser, aquelas ações podem gerar prejuízos não só para quem os sofre, mas também para quem os comete, pois, no futuro, o autor pode vir a se tornar uma pessoa corrupta.

À tarde, as ações ocorreram na Escola Municipal Cleuzemi Pereira de Nascimento Silva, reunindo cerca de 650 alunos, com idades entre 6 e 12 anos. Além das apresentações teatrais, de dança, e das dinâmicas com os arte-educadores, também foi informado que haverá um concurso de desenho, para que os estudantes possam expressar, com ilustrações, suas percepções sobre o tema.

“O MPPE tem que se fazer presente na educação dessas crianças e adolescentes, contribuindo com sua formação como cidadãos. Eles precisam entender que corrupção e sonegação fiscal não são assuntos só de adultos. E, para que a semente que se plantou ontem germine com bons frutos, vamos continuar trabalhando o tema através de outras ações”, afirmou a promotora de Justiça de Salgueiro, Milena Santos.

“Um dos assuntos mais discutidos hoje na sociedade brasileira é, sem dúvida a corrupção. E sendo a educação a ferramenta para a formação de homens éticos, voltado para uma cultura de paz, honestidade e respeito ao próximo, o projeto de iniciativa do MPPE é de uma importância ímpar, que de forma dinâmica e criativa, incentivou e orientou nossas crianças”, observou a secretária de Educação do município, Audeci Goes.

O Projeto, lançado em dezembro do ano passado pelos Centros de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Direito à Educação (Caop Educação) e de Combate à Sonegação Fiscal (Caop Sonegação Fiscal), já visitou, com apoio das promotorias locais, dezenas de instituições de ensino do estado, desde a capital até o Sertão, tendo passado por Olinda, Vitória de Santo Antão, Limoeiro, Caruaru, Garanhuns, Petrolina, dentre outras.

“Com essa iniciativa, conseguimos trazer para as crianças a mensagem de combate à corrupção e à sonegação, de acordo com a vivência delas nas escolas e em suas casas. Com isso, elas passam a entender o que significam as pequenas corrupções e como esses comportamentos são a porta para outras condutas mais graves”, destacou o promotor de Justiça e coordenador do Caop Educação, Sérgio Souto.

Segundo Souto, promotorias de Justiça de diversas cidades que já receberam o projeto estão dando continuidade à ação, em parceria com a Secretaria de Educação, por meio de Termo de Cooperação, replicando o tema em outras escolas da rede municipal de ensino, ao longo do ano letivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Com temperatura máxima de 35º, o dia será de muito sol e calor em Petrolina (PE)

Petrolina (PE)  deve marcar temperatura entre 23° e 35º nesta terça-feira (19). O dia será…