Rússia inicia ações contra o Facebook por pedir ‘o assassinato’ de russo

A Meta, empresa matriz do Facebook está na mira da Rússia. É que o país anunciou nesta sexta-feira (11) que tomará medidas legais contra o grupo por flexibilizar suas regras sobre mensagens violentas direcionadas a militares e líderes russos.

Segundo informações do Diário de Pernambuco, o Comitê de Investigação da Rússia indicou que iniciou suas investigações “devido aos pedidos ilegais de assassinato de russos por colaboradores da sociedade Meta americana”.

A Procuradoria russa pediu que o comitê classificasse a gigante da internet como uma organização “extremista” e bloqueasse o acesso ao Instagram no país. O Facebook não pode mais ser acessado praticamente desde 4 de março.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Em resposta à cobrança de estudante, Guarda Civil Municipal diz que intensificará trabalho de segurança no entorno da Univasf

A Guarda Civil Municipal de Petrolina enviou uma nota em resposta à matéria publicada no b…