Retrô vence o Náutico e sai na frente na busca pelo título do Campeonato Pernambucano

No primeiro confronto da decisão pelo título do Campeonato Pernambucano, o Retrô saiu na frente do Náutico e venceu dentro do estádio dos Aflitos por 1 a 0. O gol do embate foi marcado por Guilherme Paraíba, de cabeça. Com o resultado, a equipe joga pelo empate na volta, na Arena de Pernambuco.

A segunda decisão do estadual será no próximo dia 30, às 16h30, na Arena de Pernambuco. Antes disso, o Timbu enfrenta o Operário-PR, no próximo domingo, às 16h, pela 3ª rodada da Série B. Já a Fênix duela contra o Sousa-PB, no próximo sábado, também às 16h, no estádio Antônio Mariz.

O jogo

Como era de se esperar, a primeira decisão do estadual começou muito equilibrada, com as duas equipes disputando muito a posse da bola. Jogando em casa, foi o Náutico quem teve mais a iniciativa e chegou primeiro com perigo. Ewandro pegou a bola pela direita do ataque e tocou para Hereda, que ajeitou e bateu, mas o goleiro Jean mandou para escanteio.

Após um momento de uma baixada no ritmo, mas com os mandantes tendo a maior parte das ações do confronto, o time alvirrubro tentou abrir o placar novamente. Depois de um passe de Hereda, Ewandro puxou a marcação, conduziu para o meio e chutou, porém o goleiro fez a defesa.

O Retrô equilibrou mais a final e passou a rondar mais a intermediária do Timbu. Entretanto, nenhuma jogada de perigo foi criada pelos dois times. Aos 45 do primeiro tempo, Jean Carlos ainda bateu com perigo, mas a bola foi por cima da barra. Um minuto depois, Ewandro tabelou com Júnior Tavares e chutou com força para a defesa de Jean.

A segunda etapa teve início e o clima do jogo melhorou. Explorando os contra-ataques, quase o Retrô abria o placar. Aos seis minutos, a defesa do Náutico não afastou a bola, Pedro Costa levou para o fundo, cruzou e Radsley cabeceou. A bola ia entrar, porém Camutanga chegou em cima da linha e mandou para escanteio.

Depois de apertar o Timbu, o Retrô conseguiu fazer o primeiro. Após escanteio, Yuri ajeitou para dentro da área e Guilherme Paraíba mandou para a rede. Mesmo com Roberto Fernandes colocando em campo opções para o ataque, o Náutico não teve forças para empatar e viu a Fênix sair na frente na disputa pelo título.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Em resposta à cobrança de estudante, Guarda Civil Municipal diz que intensificará trabalho de segurança no entorno da Univasf

A Guarda Civil Municipal de Petrolina enviou uma nota em resposta à matéria publicada no b…