Remanso: Oposição é contra cobrança de taxa de R$ 30 na conta de água criada pelo prefeito

0

Os vereadores Didi, João Pinga do Pinga, Humberto e o Advogado Marcos Palmeira protocolaram na Câmara Municipal nesta quarta-feira (12), o Decreto Legislativo n. 01/2017, que propõe sustar os efeitos do Decreto 2332 de 10 julho de 2017, de autoria do prefeito Zé Filho que cria a cobrança da taxa de emergência de R$ 30 por um período de seis meses nas contas de água.

Para os vereadores, a cobrança é inconstitucional e a medida prejudica a população remansense com a cobrança desta taxa. “Se houver necessidade vamos ao Poder Judiciário para barrar essa tentativa de exploração do povo”, afirma Palmeira.

Ele ainda explica que as contas já tiveram aumento e não vai permitir que o gestor municipal e o SAAE implementem a taxa. “Este ano o SAAE já aumentou em 7,5% as contas de água. Essa taxa emergencial é injustificável! Foram incompetentes nesses 16 anos que estão governando Remanso e o resultado está aí. A população sofre com a falta de água, o dinheiro arrecadado ninguém sabe onde foi parar porque não houve melhoria no abastecimento, agora querem que a população pague pela incompetência e desonestidade deles? Querer jogar a incompetência deles para a população pagar? Não aceitaremos isso!”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Relatora dá parecer favorável à PEC que prevê prisão após 2ª instância

A relatora da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 410/18, que prevê a prisão do réu ap…