Rebelião em presídio de Feira de Santana na Bahia deixa 7 presos mortos

rebeliao

Uma rebelião na tarde deste domingo (24), no pavilhão 10 do Presídio Regional de Feira de Santana, cidade localizada a cerca de cem quilômetros de Salvador, deixou ao menos sete detentos mortos e cinco feridos. As informações são do major Moraes, da Companhia de Policiamento de Guarda, que é a responsável pelo policiamento ostensivo da parte externa do presídio.

Dentre os mortos, pelo menos um foi decapitado. Até por volta das 20h20, a rebelião ainda estava em andamento.

Clériston Leite, diretor do presídio, informou que vai investigar as causas da rebelião, mas adiantou que a princípio começou após uma briga entre facções.

Como aos domingos são realizadas as visitas aos detentos, muitas famílias foram feitas reféns na rebelião. Entre os reféns há mulheres e crianças.

Ainda segundo o policial, as mortes e ferimentos foram causadas em brigas entre os próprios presos.

Os detentos exigiam a presença de representantes da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Feira de Santana, para encerrar a rebelião. Por volta das 19h, a comissão chegou ao local, entretanto os presos mudaram a posição e disseram que só vão começar a liberar os reféns e se entregar na manhã desta segunda-feira (25). (Foto Divulgação).

Fechado para comentários

Veja também

Adolescente de 14 anos é assassinado a tiros em Serrolândia (BA)

Um adolescente de 14 anos, foi assassinado a tiros na quarta-feira (17), em Serrolândia (B…