Rachadura no Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco foi causada por desgaste

0

dura

A estrutura de concreto do aqueduto do terceiro trecho do Eixo Norte da transposição do Rio São Francisco apresentou vazamento no último sábado. Reportagem do Jornal Hoje, da Rede Globo, mostrou que o equipamento não resistiu à força da água e se rompeu, causando vazamento no trecho entre os reservatórios do Tucutu, localizado em Cabrobó, e de Terra Nova, ambas no Sertão pernambucano.

De acordo com a matéria, técnicos da construtora Mendes Junior, empresa responsável pela execução da obra e do ministério da Integração Nacional, conseguiram interromper a vazante, mas novas avaliações serão feitas no local. As obras, atualmente orçadas em mais de R$ 8 bilhões, devem ser concluídas em 2017. A previsão inicial era de que a obra custasse R$ 4,5 bilhões

Iniciadas em 2007, a primeira previsão era de que as obras ficassem prontas em 2010. Foram adiadas para 2012, 2015 e 2016. O serviço é considerado um dos mais importantes do País na área de abastecimento por porque vai levar água para 390 municípios nos Estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará que sofrem ciclicamente com a estiagem.

Para os pernambucanos, a falta de repasses da União prejudicou outra obra de fundamental importância para 23 cidades do Semiárido: a Adutora do Agreste que, pelo cronograma original, deveria ter sido concluída este mês, o que não ocorreu por diminuição no repasse dos recursos federais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Cabrobó (PE): Polícia destrói cerca de 50 pés de maconha e apreende mais de 17kg da droga na zona rural

Uma ocorrência policial registrada na manhã de terça-feira (24), na Fazenda Conceição, Zon…