Projeto estimula retorno da população de rua ao mercado de trabalho em Petrolina

Devolver a dignidade à população em situação de rua através da reinserção no mercado de trabalho. Essa tem sido uma das metas da Prefeitura de Petrolina, através da equipe do Centro Pop. O diálogo com empresas e o apoio dado aos moradores de rua estão ajudando a mudar a realidade de alguns deles.

Para quem mora nas ruas, o preconceito social é uma das maiores barreiras para viver em sociedade. O que muita gente não sabe é que alguns desses andarilhos já tiveram diversas experiências profissionais e que estão em busca de novas oportunidades.

Seu José Antônio Oliveira, 38 anos, natural de Garanhus, é uma dessas pessoas. “Eu sei fazer muita coisa nessa vida. Já trabalhei no campo; como ajudante de cozinha; já fui vendedor de picolé e até consigo construir uma casa inteira porque entendo de planta de obra. O que me falta hoje são as oportunidades de reconstruir minha vida. Arrumar um trabalho vai me ajudar a sair dessa situação”, explica José.

Desde 2017, a gestão municipal tem estimulado empresas e, principalmente, os moradores de rua cadastrados no Centro Pop a buscarem oportunidades de emprego, como explica a coordenadora do equipamento, Lilian Cavalcanti. “Inseridos no mercado de trabalho essas pessoas se sentem úteis e confiantes a saírem da vida nas ruas. A Prefeitura tem nos dado suporte para estreitar esse diálogo com instituições e com o comércio local. Para quem vive nas ruas, um novo trabalho é sinônimo de dignidade”, disse.

Vidas Coletivas

Lançado em setembro deste ano, o projeto está estimulando, por meio de atividades socioculturais, de qualificação e lazer, formas de buscar novamente a autoestima das pessoas que tiveram contato com crack e outras drogas ilícitas.  Um dos locais assistidos é o Centro Pop. O espaço fica localizado na Rua Padre Fraga, nº 395, Centro de Petrolina. O Centro Pop funciona de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h. Telefone para contato: 3983 1016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pesquisa revela que cerca de 4 milhões de pessoas abandonaram os estudos no País durante a pandemia

Em 2020, ano marcado pelo novo coronavírus, quarentena e interrupção de aulas presenciais,…