Projeto desenvolvido em Escolas de Petrolina fortalecem o enfrentamento ao abuso sexual infantil

Falar sobre o abuso e exploração sexual contra a criança e o adolescente é um assunto complicado e difícil. Muitas vítimas acabam sofrendo em silêncio, já que o tema ainda é um tabu para a sociedade. Além disso, as famílias, geralmente, não sabem como lidar com a situação. Em Petrolina, a prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, tem promovido uma série de ações no âmbito escolar, através de estratégias de prevenção e proteção aos alunos das escolas municipais.

Durante o Maio Laranja, por exemplo, mês em que se celebra o Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, as atenções acerca do tema, foram ainda mais intensificadas, através da culminância do projeto Parou Aqui, realizado em parceria com Ministério Público.

Todas as unidades de ensino pararam nesta quarta-feira(18), para apresentar os trabalhos que foram confeccionados durante o desenvolvimento do projeto em sala de aula. Tudo abordado de uma forma bastante sutil e lúdica com os alunos de todas as faixas etárias. Na programação da Escola de Tempo Integral São Domingos Sávio, por exemplo, foram realizadas apresentações musicais, peça teatral, exposição das atividades e uma palestra com a promotora de Justiça, Tanusia Santana.

“É um projeto realizado através do uso de várias metodologias, como contação de histórias, produção textual, semáforo do toque, atividades de recorte, pintura e colagem, exibição de vídeos, palestras com a conselheira Tutelar, Rozinete Coelho, onde foram repassadas informações sobre as estratégias que os abusadores e exploradores utilizam para atrair a criança, que podem envolver presentes, carinho ou atenção. Tudo passado de forma segura e clara pra que eles entendam. É importante instruir e conscientizar os estudantes e as famílias sobre como identificar e denunciar os casos”, explicou a secretária Executiva de Ensino, Isva Modesto.

Para que a sociedade entenda e enfrente o abuso sexual de crianças e adolescentes como um problema endêmico e silencioso que prejudica a vida de milhares de crianças e adolescentes, foi lançada também a cartilha ‘Parou Aqui’. A publicação online tem o objetivo de informar as pessoas como identificar e denunciar crimes, além de despertar o dever legal e ético de agir para proteger os menores, entrando em contato com os poderes públicos, apresentando telefones de entidades e instituições que devem ser acionadas em casos suspeitos ou comprovados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Com investimento de R$ 900 mil, mamógrafo municipal realizará 600 exames por mês

Um dos principais problemas de saúde pública do mundo, o câncer de mama, está entre as qua…