Projeto da Univasf realiza estudo para criação de unidade de conservação ambiental no litoral norte baiano

0

Um projeto de extensão da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) está desenvolvendo uma série de ações que visam subsidiar a criação de uma unidade de conservação municipal no litoral Norte do estado da Bahia, no município de Entre Rios. O projeto Dunas de Massarandupió é realizado pelo Grupo de Pesquisas em Geografia, Ecologia Espacial e Modelagem Ambiental (Gema), vinculado aos cursos de Ecologia e Geografia da Univasf. Na última terça-feira (1º), professores e estudantes da Univasf apresentaram para o Conselho Municipal de Meio Ambiente de Entre Rios os resultados do estudo socioambiental realizado na primeira etapa das atividades.

O projeto é coordenado pelo professor do Colegiado de Geografia Gustavo Hees de Negreiros e tem a participação dos professores Marco Aurélio Rodrigues, do curso de Geografia da Univasf, e Claudine Gonçalves de Oliveira, do Colegiado de Ecologia. O grupo também é composto por 14 estudantes, dos quais seis bolsistas, com bolsas ofertadas pela prefeitura de Entre Rios, e oito voluntários dos três cursos ofertados no Campus Senhor do Bonfim da Univasf.

Atuam na execução do projeto, em parceria com a Univasf, a Prefeitura de Entre Rios (BA), a secretaria Municipal de Meio Ambiente e a secretaria Municipal de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer. A iniciativa conta ainda com a colaboração do Projeto Tamar e do Instituto de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos da Bahia (Inema), entre outras entidades.

O professor Gustavo Negreiros explica que a demanda pela criação da unidade de conservação surgiu a partir da identificação, por parte do poder público municipal, sobre a expansão imobiliária e a exploração turística que afetaram a região onde se localiza o município de Entre Rios, no litoral norte da Bahia, próximo à Costa do Sauípe e distante cerca de 400 quilômetros de Senhor do Bonfim. O assunto era alvo de discussões na comunidade e constava no Plano Diretor Municipal (Lei N˚ 2 de 05/09/2014). No final de 2017, a Univasf foi convidada a participar do estudo pelo Grupo de Trabalho Dunas de Massarandupió, instituído no âmbito do município.

A equipe de pesquisadores vem trabalhando desde 2018, quando se estabeleceu a parceria entre a Univasf e o governo municipal. Nesta primeira etapa do estudo, foram analisados aspectos socioambientais, referentes a população, fauna e flora, atividades econômicas, potencial de sustentabilidade entre outras questões. Estes resultados também já foram apresentados em reuniões com a comunidade e com vereadores, na Câmara Municipal, na sede do município há aproximadamente 15 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pesquisa investiga transmissão de Covid-19 entre homens e animais

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) quer saber qual o risco de transmissão da Covid-19…