Programa ‘Fiscalização Preventiva Integrada’ inicia ações de proteção ao meio ambiente em Juazeiro

Quarenta órgãos federais, estaduais e municipais, juntamente com entidades de meio ambiente, iniciam na segunda-feira (6) a 48ª etapa do programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) em Juazeiro (BA).  Cerca de 300 integrantes da FPI estão na cidade para dar início às ações, que serão realizadas em dez municípios.

Além de promover a fiscalização, a FPI também atua de forma preventiva e educativa, buscando orientar e implementar medidas de preservação ao meio ambiente e recursos hídricos. Nos próximos dias, serão realizadas diversas palestras sobre gestão das águas, patrimônio cultural, combate aos impactos dos agrotóxicos, regularização ambiental das propriedades rurais, bem como campanhas de entrega voluntária de animais silvestres criados ilegalmente.

Coordenadora-geral da FPI, a promotora de Justiça, Luciana Khoury, destaca a importância do programa para a região: “Chegamos nesta 48ª etapa com 27 equipes atuando em diversas frentes de trabalho de fiscalização, diagnóstico e educação socioambiental. Reforçamos as ações em defesa dos povos e comunidades tradicionais da bacia e as medidas para evitar novos impactos em quantidade e qualidade dos recursos hídricos. Estamos confiantes de que teremos uma etapa de muitos resultados positivos em defesa do Velho Chico”.

Presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco (CBHSF), Maciel Oliveira reitera a necessidade das ações no Norte do estado – esta é a quarta FPI na região: “Juazeiro é uma das cidades que mais espera esse retorno. Nós do Comitê temos muita expectativa com o diagnóstico que o programa vai identificar, os avanços com relação às outras vezes, para que possamos cobrar junto às instituições a implementação de políticas públicas no sentido de melhorar a qualidade de vida do nosso povo”.

Ao final, será realizada uma Audiência Pública na Universidade Federal do Vale do São Francisco – Univasf (Auditório principal do Complexo Multieventos, localizado na Av. Antônio Carlos Magalhães, 510, Country Club, Juazeiro), para apresentação dos resultados para a população, os gestores municipais e demais organizações. O evento visa promover o diálogo e a compreensão da situação ambiental de cada município. Os trabalhos desenvolvidos durante a FPI resultarão em relatórios técnicos, a serem encaminhados aos órgãos competentes para as devidas providências e soluções.

Entrega voluntária de animais silvestres

Em Juazeiro, assim como em todas as outras etapas, a FPI contará com uma equipe para receber animais silvestres criados ilegalmente, que deverão ser entregues de forma voluntária no Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), localizado no Conjunto Habitacional Juazeiro 3, Lotes 1 a 4 (esquina da rua G com a rua A, ao lado do Batalhão e do Mercado Produtor). No ato da entrega, o responsável não será multado nem responsabilizado criminalmente.

Todos os animais resgatados e apreendidos durante as ações de fiscalização ou recebidos voluntariamente ficarão em uma base. Eles passarão por um rigoroso processo de triagem, realizado por uma equipe multidisciplinar, composta por biólogos e médicos veterinários. A avaliação visa verificar as condições de saúde dos animais e, posteriormente, possibilitar a soltura em seu habitat natural. Esse trabalho é fundamental para garantir a reintegração das espécies ao seu ambiente adequado e preservar a biodiversidade local.

Fechado para comentários

Veja também

Reflexão do dia

Tenho vivido tempo demais entre os que odeiam a paz. Sou um homem de paz; mas, ainda que e…