Professores da rede estadual paralisam atividades em Pernambuco em protesto por piso salarial

Professores da rede estadual de educação de Pernambuco, analistas, administrativos e demais trabalhadores da categoria paralisam atividades, incluindo as remotas, para protestar pelo piso salarial nesta quinta-feira (26).

Além da paralisação, é realizado, nesta manhã, ato simbólico em frente ao Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo do Estado, no bairro de Santo Antônio, área central do Recife.

Realizado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), o ato reivindica ao Governo do Estado o pagamento do piso salarial do magistério com repercussão na carreira de toda a educação. Uma comissão de categoria foi recebida pelo Governo, através do Gabinete Civil. Segundo o Sintepe, houve um acordo para as partes prosseguirem com a negocicação.

De acordo com o presidente do Sintepe, Fernando Melo, o Governo do Estado não cumpriu este ano com a atualização do piso salarial definida por Lei Federal, que prevê a correção do valor em todo 1º de janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Enem: Inep garante reaplicação para barrados no primeiro dia de provas

Candidatos barrados no primeiro dia de provas da versão impressa do Exame Nacional do Ensi…