Prodecon e Vigilância Sanitária fiscalizam venda de carnes em supermercados de Petrolina

0

O Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) e a Vigilância Sanitária de Petrolina saíram em campo nesta quinta-feira (23) para verificar o cumprimento de normas de manipulação na venda de carnes em supermercados da cidade. A ação foi realizada após denúncia protocolada junto ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) acerca do suposto desrespeito às normas de manipulação de alimentos em um supermercado da região central da cidade.

Durante a fiscalização, fiscais da Vigilância Sanitária analisaram pontos como conservação, manipulação, além da presença de selos de inspeção nas carnes comercializadas. Para garantir a segurança alimentar dos consumidores petrolinenses, os órgãos ligados à Prefeitura de Petrolina também observaram o uso de máscaras pelos profissionais que trabalham diretamente na manipulação dos alimentos.

O Prodecon também verificou as datas de validade dos produtos, mas não foram detectados desrespeitos ao Código de Defesa do Consumidor. Já a Vigilância Sanitária emitiu apenas algumas recomendações aos estabelecimentos para o ajuste de práticas de conservação ou manipulação de carnes.

Denúncias:

Recentemente, o Prodecon de Petrolina lançou um novo canal de defesa dos direitos dos consumidores que já está funcionando, exclusivamente, por meio de mensagens de WhatsApp de segunda a sexta das 8h às 12h através do número 3861-3066.

Os consumidores podem utilizar o serviço sempre que identificarem alguma irregularidade ou quando se sentirem prejudicados em relação ao Direito do Consumidor. Após o recebimento da denúncia, o Prodecon fará o monitoramento, inclusive enviando – quando necessário – uma equipe de fiscalização para averiguar cada situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Restaurantes têm sofrido com falta de flexibilização do horário e rigor da  fiscalização municipal

O horário para finalizar o expediente nos  restaurantes de Petrolina (PE), tem deixado os …