Procurador-geral da República discute e briga a socos com procurador em reunião do Conselho do MPF

O procurador-geral da República, Augusto Aras, partiu para cima de um subprocurador durante um bate-boca na reunião do Conselho Superior do Ministério Público Federal desta terça-feira (24).

A transmissão foi interrompida quando o PGR bateu na mesa, se levantou e se dirigiu à cadeira do colega Nívio de Freitas, com quem discutia. Outros integrantes do conselho se levantaram para impedir que a discussão virasse briga física.

Seguranças também foram acionados para conter a situação. A discussão começou durante o debate sobre os critérios para a eleição dos membros das câmaras temáticas da PGR, responsáveis por orientações sobre casos que vão de combate à corrupção, direito indígena e meio ambiente.

O subprocurador Nívio de Freitas discordou das regras listadas por Aras, iniciando o bate-boca com o PGR. “Eu gostaria que Vossa Excelência respeitasse a direção dos trabalhos. O conselheiro Nicolao está falando. Eu estou ouvindo. Vossa Excelência, respeite a direção dos trabalhos”, disse Aras, apontando o dedo para Freitas, que tentava falar junto ao PGR. Na sequência, o subprocurador Nicolao Dino pede a palavra. “Pode, eu só não posso admitir essa bagunça que o colega?”, responde Aras, que é interrompido por Freitas. “Bagunça? Mas Vossa Excelência também interferiu quando o colega estava falando! Então, se Vossa Excelência quer respeito, que me respeite também”, disse Freitas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE) registrou 73 homicídios de janeiro a maio de 2022

O município de Petrolina (PE) registrou 73 homicídios entre os meses de janeiro e maio des…