Processo de gestão fiscal gera multa de R$ 22 mil para o prefeito de Custódia

0

custodia

A Segunda Câmara do TCE aplicou uma multa na última quarta-feira (14), ao prefeito de Custódia, Luiz Carlos Gaudêncio de Queiroz, por irregularidades na Gestão Fiscal no terceiro quadrimestre de 2013. Luiz Carlos foi penalizado com uma multa no valor de R$ 22.800,00. O relator do processo foi o conselheiro, Marcos Loreto.

Segundo o relatório de auditoria, a prefeitura de Custódia, processo TC Nº 1570000-8 comprometeu 77,57% de sua receita com a folha no terceiro quadrimestre de 2013, agravando o descontrole que já havia sido detectado pelo TCE na gestão de pessoal.

“Restou evidenciado”, diz o voto de Marcos Loreto, “que o prefeito não tomou providências para reduzir os gastos com a folha, configurando a prática de infração administrativa”.

Os votos foram aprovados por unanimidade e parecer favorável do Ministério Público de Contas, que esteve representado na sessão pela procuradora Eliana Lapenda. (TCE-PE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Covid-19: Petrolina inicia serviço pioneiro de orientação por vídeo a pacientes com sintomas respiratórios

Através de um celular ou um computador será possível receber orientações de médicas e enfe…