Presidente do Peru propõe castração química para condenados por estupro no país

O governo do Peru quer penalizar condenados por estupro com castração química. O presidente Pedro Castillo, propôs a medida que ainda precisa ser aprovada pelo Congresso peruano para ser incluída no Código Penal do país.

De acordo com um comunicado do governo do Peru, “a castração química consiste na administração de drogas que reduzem a libido e inibem o desejo sexual. É aplicada como método de prevenção contra a agressão sexual, e como punição para quem comete crimes dessa natureza”.

O anúncio foi feito após o sequestro e estupro de uma menina de 3 anos na cidade de Chiclayo. Em 13 de abril, a polícia do município deteve um homem de 48 anos, que confessou o caso.(Fonte: CNN Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Bombeiros são chamados para controlar princípio de incêndio no Residencial Vivendas

O Corpo de Bombeiros foi chamado na noite de terça-feira (17) para controlar as chamas de …