Prefeito de Itabuna, na Bahia, diz que vai reabrir comércio ‘morra quem morrer’

0

O prefeito de Itabuna (BA), Fernando Gomes (PTC), afirmou nesta quarta-feira (1º) que irá reabrir o comércio da cidade a partir do dia 9 de julho “morra quem morrer”.

As declarações foram dadas pelo prefeito em entrevista à imprensa na qual ele anunciou uma postergação das medidas restritivas por mais sete dias por causa do alto índice de ocupação de leitos na cidade.

“Eu não posso abrir uma coisa que eu não tenho cobertura. Então, na dúvida, com os nossos morrendo por causa de um leito em Itabuna, eu vou transferir essa abertura. […] Mandei já fazer um decreto e no dia 9 (de julho) abre, morra quem morrer”, afirmou o prefeito.

A cidade de Itabuna possui 30 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para atendimento de pacientes com Covid-19 em três hospitais, sendo 20 adultos e 10 pediátricos. Dos 20 leitos para adultos, 18 estavam ocupados nesta quarta-feira. No hospital pediátrico, cinco dos dez leitos estavam com pacientes graves.

Até esta quarta, Itabuna tinha registrado 2.637 casos da Covid-19, sendo 348 ainda ativos, e 58 mortes. A cidade é a quinta da Bahia com maior número de casos por 100 mil habitantes.

Em nota, a prefeitura de Itabuna informou que o prefeito teve a sua fala mal interpretada.

“Ele estava contrariado com a situação, porque entende a necessidade da reabertura do comércio, visto que o comércio está há mais de 100 dias fechado e vários pais de família estão desempregados”, informou.

O prefeito ainda afirmou que ninguém ficará sem atendimento no município. “Se houver necessidade, vamos fazer transferências para outra cidade com leitos disponíveis”, informou.

Segundo a prefeitura, serão instalados dez novos leitos de UTI na cidade e no dia 9 de julho “o comércio provavelmente será reaberto”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Policiais de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) prendem homem com mais de 10kg de maconha

Uma equipe do 2° BIEsp, ao realizar patrulhamento pelo Distrito industrial de Petrolina (P…