‘Precisamos mais do que nunca da fraternidade’, afirma o papa Francisco na mensagem de Natal

O papa Francisco insistiu, nesta sexta-feira (25), em sua tradicional mensagem de Natal na “necessidade de fraternidade” no mundo em um período de pandemia da Covid-19. Por causa do coronavírus, a cerimônia não ocorreu da sacada central da Basílica de São Pedro, mas a poucos metros do local, na Sala das Bênçãos.

“Neste momento da história, marcado pela crise ecológica e pelos graves desequilíbrios econômicos e sociais, agravados pela pandemia do coronavírus, precisamos mais do que nunca da fraternidade”, declarou o pontífice.

O chefe da Igreja Católica concedeu a tradicional bênção Urbi et Orbi (à cidade de Roma e ao mundo) e rezou pelas populações mais atingidas pela crise ecológica, social e econômica agravada pela pandemia. No continente americano, um dos mais afetados pelo coronavírus, o papa pediu o fim da corrupção e da insegurança, e citou o Chile e a Venezuela.
A mensagem teve como fio condutor a última Encíclica publicada pelo papa Francisco, “Fratelli tutti”.

“O nascimento é sempre fonte de esperança, é vida que desabrocha, é promessa de futuro. E este Menino – Jesus – nasceu para nós: um nós sem fronteiras, sem privilégios nem exclusões”, disse Francisco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Covid-19: Com UTIs lotadas, Rondônia vai ter que transferir pacientes para o Rio Grande do Sul

Cinquenta pacientes com Covid-19 vão ser transferidos, a partir de terça-feira (26), de Po…