Populares exigem punição para pessoas que promovem aglomeração na Ilha do Fogo “não é justo a impunidade”

A Ilha do Fogo, localizada entre as cidades de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA), foi palco de aglomeração  de centenas de pessoas na noite de domingo (30).

Mesmo diante do cenário preocupante imposto pela pandemia do coronavírus e do registro de novos casos e óbitos diários, vídeos e fotos mostram  muita gente  reunida num encontro clandestino a base de bebida e música.

O caso requer atenção do poder público das duas cidades para reforçar a fiscalização no local,  já que os frequentadores dos encontros clandestinos expõe  as pessoas que têm se esforçado para evitar o avanço da doença.

“Se você parar pra pensar, uma parte desse mesmo pessoal que participa dessas festinhas na ilha do fogo utiliza transporte público e frequentam estabelecimentos que as pessoas que estão se cuidando utilizam também. Não é justo a impunidade. Esse povo  precisa ser punidos”, desabafou uma leitora que terá o nome preservado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA): Instituto de Previdência lança campanha alertando sobre violência financeira contra idosos

Idosos que não têm acesso aos seus cartões bancários ou são forçados a fazer empréstimos p…